Inspirações da semana [47]

2a01db032d14ab6129d5ac13b1560232

Olá! 🙂

Vamos às inspirações da semana?

Bom restinho de semana pra vocês! 😀

Anúncios

Você conhece a Psicologia Positiva? Desafio #SemanaDoBemEstar

home_compartilhe-o-bem-estar

A Psicologia Positiva é uma ciência elaborada por um pesquisador chamado Martin Seligman e outros pesquisadores com o objetivo de explorar o que faz a vida valer a pena e criar as condições para isso. Inicialmente definida como a “Ciência da Felicidade”, teve sua teoria reformulada em seus elementos e seu objetivo alguns anos depois do seu surgimento, após alguns experimentos científicos desenvolvidos por Seligman.

Se o tema central era antes a felicidade, agora passa a ser o aumento do bem-estar.

De acordo com Seligman, o bem-estar é um construto elaborado a partir de alguns elementos que contribuem para o seu aumento. Esses elementos são cinco: emoções positivas, engajamento, sentido, relacionamentos positivos e realização. Além deles, existem as características adicionais para o florescimento que são: autoestima, otimismo, resiliência, vitalidade e autodeterminação.

Muito se fala sobre a importância do pensamento e atitudes positivas e suas implicações na melhoria da qualidade de vida. A Psicologia Positiva surge como uma ciência validada por métodos e experimentações científicas visando comprovar a eficácia de se viver melhor com o foco no positivo.

É pelo cultivo do positivo que somos capazes de aprender, crescer e florescer. Isso não é uma busca de um conceito longínquo de felicidade, mas o simples cultivo de diferentes tipos de emoções positivas que podem nos levar ao caminho do sucesso.

exito

Assim como Seligman relata em seu livro “Florescer”, foi a Psicologia Positiva que o escolheu, e não o contrário. O mesmo aconteceu comigo.

Logo que terminei o curso de Coaching, em janeiro deste ano, estudando a teoria ministrada no treinamento, a Psicologia Positiva me despertou um interesse especial. Conheci, então, pesquisadores como o próprio Seligman, que elaborou a teoria e os primeiros experimentos científicos, e outros autores que despertaram em mim, além do interesse, um sentimento intenso de identificação. Foi quando decidi começar a colocar em prática o que esses autores falam em suas teorias e práticas científicas.

Elaborei, então, duas rotinas – uma matinal e uma noturna – para praticar os conceitos que aprendi e logo na primeira semana já observei uma grande diferença nas minhas emoções, nos meus pensamentos e comportamentos.

Determinei, então, o meu nicho de atuação: Coaching de Bem-estar.

Foi assim que decidi lançar um desafio: a Semana do Bem-estar, com o objetivo de levar a vocês um pouco da prática dessa ciência que tem transformado a vida de tantas pessoas – assim como vem transformando a minha!

O desafio será desenvolvido ao longo de 7 dias e compartilhado em meu Facebook (facebook.com/marina.vassalli) e Instagram (@marina.vassalli) – por isso, me adicionem e sigam por lá para acompanhar. Consiste em postar, a cada dia, uma foto tirada durante o desenvolvimento da ação proposta, um depoimento ou apenas uma frase em seu perfil e marcar o meu perfil, juntamente com a hashtag #SemanaDoBemEstar para que eu e os outros participantes do desafio possamos vê-lo!

Cada dia será dedicado a um dos elementos constituintes da Psicologia Positiva.

É importante que, ao praticar cada ação ou tarefa, você perceba e sinta as sensações e emoções que surgem. Você pode anotá-las em um papel ou em um caderno e, se for de sua vontade, compartilhá-las em suas postagens.

Espero, assim, poder levar a vocês o mesmo bem-estar que tenho sentido.

Vou adorar ter vocês comigo nessa jornada!

Vamos juntos? 🙂

Aprenda a se escutar

Resultado de imagem para meditação

Tudo que acontece na vida tem uma função. Quando essa função se cumpre, precisamos deixar ir. Nosso coração e nosso corpo nos dão os sinais. Aprendamos a escutá-los.

Esses dias passei por uma experiência dessas que nos deixa um aprendizado. Na verdade, nesse caso específico foram vários aprendizados vindos de um acontecimento só. É muito bom ter esta visão da vida: de que todas as experiências são boas, porque todas carregam algo a nos ensinar, mesmo e especialmente aquelas que numa olhada rápida pareçam ruins.

Por isso hoje estou aqui escrevendo depois de meses.

[Inclusive desculpem por esse semi-abandono, anda complicado conseguir tempo e inspiração – mas tá tudo bem]

Em resumo, aprenda a se ouvir, esteja atento a você mesmo, às suas necessidades e aos sinais que a vida dá sobre o que você deve fazer. Sei que intuição pode parecer algo muito abstrato ou mesmo uma grande viagem para os céticos, mas se você me lê neste momento, provavelmente não pertence a este grupo…

Então, se permita sempre um contato íntimo consigo mesmo, seja através da meditação ou de qualquer outra prática que te leve a realizar essa viagem interna. A vida nos exige milhares de coisas. Mas no final das contas o que importa de verdade está dentro da gente e só olhando pra nós mesmos é que encontraremos quaisquer respostas que estejamos buscando.

Seja você, porque só assim você vai entregar ao mundo o seu melhor e preencher sua vida de propósito. Não importa o que o mundo diga.

Namastê!

🙂

 

Por que a sua paz não pode depender de ninguém?

Resultado de imagem para foda-se

Ou “aprenda a ligar o foda-se e seja feliz”.

Muita gente fala sobre a necessidade de não se importar com a opinião dos outros. E isso não é só discurso vazio. Frequentemente podemos sentir na pele como se “blindar” pode ser essencial para uma existência mais pacífica.

A verdade é que não vamos agradar a todo mundo jamais. Pelo contrário, parece que as pessoas sempre vão encontrar algum motivo pra nos criticar, algum “defeitinho” que acham que precisamos mudar, seja em quem “nós somos”, no que fazemos (ou deixamos de fazer) ou em nossa aparência física.

O mais louco nisso tudo, é que essas pessoas não parecem se questionar se queremos a opinião delas ou mesmo se o que incomoda na visão delas está nos incomodando. E muito menos vão se dar conta que talvez estejamos tendo um trabalho de Hércules pra nos aceitar, e que críticas só vão nos jogar pra baixo.

Por isso não tem muito jeito: ou aprendemos a lidar com criticas destrutivas de uma forma que não nos afete tanto, ou nosso emocional e nossa auto-estima vão viver em montanha russa.

Além disso, é importante também não “surtarmos” com o que os outros estão pensando sobre nós, porque muitas vezes a realidade é que estão todos tão focados nas próprias vidas que nem estão reparando. Você julga e repara nos outros o tempo todo?

O jeito então, pessoas, é construir a nossa própria forma de felicidade em todos os âmbitos da vida. Tratemos de sermos felizes conosco mesmos e vamos deixar a opinião dos outros pra eles mesmos. Se estão vendo algum problema em nós, na verdade é um problema deles mesmos que se recusam a lidar.

Partiu ser feliz?!

Namastê!

🙂

Inspirações da semana [41]

Resultado de imagem para inspirações

Oi gente linda, vamos de inspirações?

  • Como a não-ação pode revolucionar a tua vida ~ Ser mais feliz
  • Entrevista: Yoga como aliado na luta contra a bipolaridade ~ Personare
  • 7 maneiras de criar uma vida de onde você não precise escapar ~ CONTI outra
  • [Vídeo] Saia da miséria interior e atraia o que sua alma precisa pela não-mente ~ Gisela Vallin

Ótimo restinho de semana e um final de semana maravilhoso pra você!

Namastê!

🙂