O que eu aprendi com os “nãos” de 2016

3cd2c2847eda15db107087b53fa6ddab

2016 foi um ano de muitos “nãos” em minha vida. Tentei muitas coisas e recebi negativa atrás de negativa (e algumas foram grandes…). Foi difícil. Foi duro de engolir. Mas assim foi. Parece que temos uma tendência de ver sempre o copo meio vazio, não é mesmo? Mas será que precisa ser assim?

Eu acredito que é possível mudar a nós mesmos, mudar nossos hábitos, condicionar nossa mente a funcionar de maneira diferente. Isso não é nada fácil, mas por experiência própria afirmo que é possível e gratificante. Só assim tomamos o controle da nossa vida em nossas mãos – o que não significa que tudo vai acontecer como queremos, mas que deixamos de nos colocar no lugar de vítimas.

2016 foi um ano de muitas mudanças – tanto internas quanto externas – e por isso foi de muito crescimento. Gratidão enorme ao ano que está acabando! Acredito firmemente que tudo que acontece em nossa vida se dá para o nosso crescimento, para aprendermos alguma coisa com aquela circunstância. Tanto é verdade que muitas vezes situações se repetem insistentemente em nossa vida porque não estamos retirando o aprendizado que precisamos.

Pensando nisso, resolvi buscar lições dessas negativas. E o que eu aprendi foi maravilhoso! Em primeiro lugar, aprendi que sou capaz! Pode parecer estranho – afinal não consegui o que queria – mas tenho força e garra pra lutar pelo que quero, mesmo que isso signifique não conseguir de imediato, sei que não sou de vidro e que os “nãos” não vão me despedaçar. Eu sou capaz!

Em segundo lugar, aprendi que de fato precisamos colocar a energia do mundo a favor do que queremos. Não adianta apenas ter um sonho, é preciso caminhar em direção a ele, colocar as engrenagens do mundo a nosso favor para que as coisas comecem a acontecer. E elas acontecem, mesmo que a passos lentos e permeados de “nãos”.

Por fim, aprendi a sair da inércia! Eu entendi que de nada adianta ficar sentada fazendo planos mirabolantes. É preciso entrar em ação! Sei que parece a mesma lição anterior, mas é um pouco diferente, porque aqui foi a minha própria energia que mudou – já que apesar de não ter conseguido exatamente o que eu queria a lição que ficou foi que eu preciso ir em direção a isso. E o simples caminhar, os primeiros passos, já são suficientes para mudar o mundo dentro de mim.

Então, se você tem um sonho comece pelo primeiro passo. Não fique apenas no campo das ideias, porque apesar de maravilhosas, elas não te tiram do lugar. É preciso sair da inércia. É preciso caminhar.

Namastê!

🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s