Somos todos responsáveis

Como-incluir-la-meditacion-en-tu-vida-diaria-3

Você já parou para pensar na responsabilidade que tem diante do presente e do futuro do nosso país e do nosso planeta?

Muitas vezes tenho a sensação de que estamos adormecidos em nós mesmos, vivendo maquinalmente os nossos dias, sem nos preocuparmos com as nossas responsabilidades. Deixamos de viver o presente para viver um futuro muitas vezes irreal, porque nunca começamos a construí-lo.

Quantas vezes jogamos no outro a culpa pelos nossos atos? Quantas vezes deixamos de refletir sobre as nossas atitudes diante dos outros e conosco mesmos e apontamos o dedo para o outro, responsabilizando-o pelos nossos próprios erros? Quantas vezes reclamamos dos políticos e praticamos a corrupção nas pequenas atitudes do dia a dia?

Não nos conhecemos mais, porque nos perdemos de nós mesmos. Não buscamos ir atrás do que amamos, mas daquilo que é mais fácil de ser realizado, que nos dê um maior retorno financeiro ou uma melhor posição e visibilidade social.

Estamos deixando cada vez mais de amar – a nós mesmos e aos outros. Seguimos o fluxo. “Se o outro age de forma errada, por que eu não posso fazer o mesmo?” E assim vamos vivendo os nossos dias… cegos para o presente e sem pensar que o futuro começa a ser construído AGORA, em cada pequeno  ato cotidiano. Reclamamos da nossa realidade, mas não movemos um palmo para começar a transformá-la.

Somos nós os responsáveis pela nossa melhoria, pela nossa transformação. Se alguém te fez mal, não é ele o culpado da sua tristeza. Nós é que depositamos a nossa confiança – muitas vezes cegamente – geramos em nós uma grande expectativa e esperamos que ele aja da forma como queremos. Mas, na maioria das vezes, é mais fácil culpar o outro, porque assim não é necessário refletir sobre as nossas atitudes.

Percebe como tudo gira em torno de nós?

Exigimos respeito mas não respeitamos. Vamos à rua lutar pelos direitos de todos mas nos achamos superiores aos outros. Culpamos a política mas praticamos corrupção todos os dias.

Enquanto não tomarmos consciência do nosso papel nesse planeta, nada irá mudar. A mudança não está somente na política, mas principalmente em nós mesmos. Nós somos a força necessária para promover qualquer mudança.

Portanto, toda mudança começa em nós. Só precisamos acordar, nos conscientizar disso e começarmos a agir.

Pare de viver no automático. A vida não se resume a trabalhar, consumir e curtir nos finais de semana. Somos muito maiores do que supomos e não estamos aqui apenas de passagem.

Conscientize-se do agora. O que você tem feito por você mesmo? O que você quer fazer pelo outro? As suas escolhas (profissionais e pessoais) condizem com o que está em seu coração? Você se conhece verdadeiramente? O que quer para si mesmo e para o seu futuro?

Reflita em torno das suas atitudes, do que você admira e do que gostaria de mudar em você. Todos os dias reserve um tempo para meditar e refletir sobre essas questões.

Dê ao outro o direito de errar, assim como você erra, sem se esquecer que a responsabilidade pelos atos é de cada um. Seja você mesmo em qualquer situação. Não siga o fluxo cegamente esperando que as mudanças aconteçam magicamente diante dos seus olhos. Seja o que você quer ver no mundo. Seja amor onde quer que você vá. Doe-se sem esperar nada em troca. Seja verdadeiro consigo mesmo em todas as situações. Faça a sua parte, por mais que ninguém se importe ou que pareça não dar nenhum resultado. Ter a consciência tranquila é o suficiente. Desenvolva a empatia. Preocupe-se com o outro. Ofereça ajuda. No fim, nós é que somos os mais ajudados.

Somos nós que fazemos o presente e o futuro acontecer. Depende de cada um de nós a melhoria do nosso mundo, porque ela começa dentro de cada um.

Só conseguiremos fazer desse mundo um lugar melhor para se viver quando começarmos a nos transformar individualmente, dia após dia.

Anúncios

3 comentários sobre “Somos todos responsáveis

  1. Excelente texto, Marina. Se não estamos satisfeitos com o presente, devemos olhar para trás e ver onde erramos, ja que o que fizemos nos trouxe até aqui. Concordo demais contigo. Enquanto continuarmos culpando a tudo e a todos seremos vítimas e não assumiremos o controle das nossas vidas.

    Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim, Bruna, exatamente.
      É muito mais fácil e cômodo colocarmos nos outros a culpa pelos nossos erros e nossas dificuldades… acontece que assim não evoluímos, ficamos sempre estacionados. E estamos aqui, nesse planeta, para crescer e auxiliar os outros a crescerem também! É isso que dá sentido às nossas vidas.
      Fico feliz que tenha gostado do texto! Beijo grande! 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Links interessantes da semana #10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s