Minha rotina após a prática de Yoga

yoga-696x519

Hoje, ao acordar, apesar de um certo desânimo por não ter dormido tão bem, levantei, arrumei a minha cama e decidi dar uma “geral” em muitos materiais que estavam sobrando aqui. Arrumei minha estante de livros, separei alguns papéis para jogar no lixo e tirei da escrivaninha muitas coisas que não estavam mais sendo úteis.

Preferi deixar para fazer Yoga depois de arrumar o que estava fora do lugar para me concentrar melhor e começar bem o dia, mas já nessa primeira atividade percebi algumas dificuldades: meu desânimo estava piorando e eu não estava conseguindo me concentrar muito. Então, acabei de organizar tudo e fui à prática.

Após dez minutos de Yoga (procuro fazer todos os dias pela manhã as primeiras posturas da 1ª série de Hatha-Yoga) e dez minutos de relaxamento, aquele desânimo havia desaparecido quase que por completo. Após o relaxamento, li mais alguns minutos de um livro espírita e naquele momento senti estava pronta para começar o meu dia.

Sentei na escrivaninha e organizei a minha agenda do dia. Geralmente faço isso no dia anterior, mas às vezes não consigo e acabo fazendo no dia seguinte. Olhei a programação da semana, passei mentalmente tudo o que precisava e gostaria de fazer naquele dia e distribuí as atividades por horários. Mais um passo para melhorar a minha disposição.

Depois, fui lavar o cabelo. Gosto de tomar banho pela manhã porque me sinto mais animada e disposta, então procuro fazer isso sempre que possível. Percebo que, diferente de como eu estava antes dessas práticas, me sinto muito mais presente em cada pequena ação. Pequenos atos que parecem não ter importância, como o de passar shampoo no cabelo, são aproveitados de formas diferentes nos dias em que faço apenas dez minutos de Yoga.

Li alguns blogs que gosto e decidi almoçar. Comer pode parecer uma das nossas atividades mais simples. Às vezes é até automático. Mas não deveria ser assim. Quantas vezes almoçamos mexendo no celular, assistindo alguma coisa na TV ou concentrados em qualquer outra coisa? Se agimos dessa forma, não estamos aproveitando plenamente a nossa alimentação. Não estamos presentes naquele momento, o que causa uma série de problemas; desconectados de nós mesmos, comemos rápido e mal mastigamos o alimento. Ao mesmo tempo, se comemos conversando com alguém no Whatsapp, por exemplo, também não aproveitamos aquela conversa da forma como poderíamos.

A Yoga, assim como a meditação e outras práticas espirituais, não devem durar somente aqueles minutos em que estamos concentrados, mas devem ser praticadas ao longo de todo o dia. Se estou presente ao tomar banho e espalhar o shampoo e o condicionador pelo cabelo, estou meditando; se mastigo com calma os alimentos na hora do almoço, me dedicando somente àquela atividade, continuo meditando. O mesmo acontece se faço uma leitura e me concentro, ou, se me sinto ansiosa, paro por alguns minutos, me atento à minha respiração e entro em contato comigo mesma (essa foi uma das melhores práticas que descobri).

Desde que comecei a praticar Yoga frequentemente, me sinto muito mais presente, me dedico mais à cada pequena atividade, me concentro melhor e passo o dia muito mais tranquila. E nas situações que me afetam de alguma forma e começam a me tiram desse eixo, tenho nas mãos as ferramentas para voltar àquela tranquilidade de antes.

Antes de começar a me dedicar à Yoga e à meditação, vivia a maior parte dos meus dias de forma automática, sempre ansiosa pelo futuro e sem tanto contato interior. Aos poucos fui percebendo os pequenos benefícios que essas práticas espirituais traziam para a minha rotina, e esses benefícios, juntos, me auxiliam todos os dias a ser uma pessoa melhor e aproveitar muito mais cada pequeno momento.

As ferramentas são muitas para que possamos nos descobrir e estar constantemente em contato conosco mesmos. Nem sempre as que funcionam para mim funcionarão para você, mas é importante buscar as que nos fazem sentir melhor. Não são poucos os momentos difíceis, mas quando percebemos que viver no presente e ser grato pelo que temos (tirando o foco do que não temos ou do que queremos mas não podemos ter no momento) pode amenizar (e muito!) as dificuldades, não há mais como voltar atrás. Com essas pequenas mas valiosas atitudes, começamos uma transformação interior que leva tempo, mas que nos torna mais fortes, conscientes e felizes.

Anúncios

3 comentários sobre “Minha rotina após a prática de Yoga

  1. O yoga acalma-nos a alma, faz-nos viver e sentir tudo de uma forma mais intensa, e bem mais positiva.
    Leva-nos a percorerr o caminho certo, e traz-nos de volta ao nosso presente, o que é maravilhoso pois é nele que devemos permanecer!
    Com a dedicaçao ao Yoga começamos a praticar cada vez mais dentro e fora do tapete!
    Beijinho enorme e obrigada por partilhares o teu testemunho!
    Namaste!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Me fizeram refletir: – Meu Aqui e Agora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s