A parte difícil do autoconhecimento

tumblr_ly2nvczTTy1qh81o2o1_400

Hoje é praticamente “moda” esse tal de autoconhecimento. Não é por acaso que esse blog existe e temos (eu e Marina) vivenciado sempre o quanto é maravilhosa essa jornada.

Mas nesse momento decidi escrever sobre a parte da dor. Porque nem sempre é fácil. Porque às vezes a gente cansa e sente vontade de entregar os pontos. E aí a gente percebe que isso nem mesmo é possível, porque uma vez iniciada a caminhada, já não existe mais volta.

O autoconhecer-se implica em assumir responsabilidade pelo que nos acontece, pela forma como reagimos às situações e pelo que sentimos. E isso pode, sim, ser muito difícil.

De repente você se vê em uma situação em que sente raiva do outro, mas você já chegou num ponto da jornada em que sabe que o outro não te causa raiva e começa a analisar o que tem ali que te atingiu de forma que lhe trouxesse esse sentimento. Você não se permite apenas sentir, você precisa entender o que causou aquilo dentro de você.

E isso é importante, porque não é certo jogar pra cima do outro uma responsabilidade que, de fato, é nossa, e não dele. Mas ao mesmo tempo pode ser sufocante não nos permitirmos sentir.

Por vezes eu me vejo em situações em que começo a achar que não tenho “direito” de sentir determinadas coisas e isso traz uma sensação de estar presa dentro de mim mesma. Não tem sido fácil vivenciar isso tudo.

Mas como tudo pode trazer um aprendizado, tenho pensado que talvez a tônica seja “nem tanto ao mar, nem tando à terra”. Mais uma vez, equilíbrio é tudo. A ideia budista do caminho do meio tem feito cada dia mais sentido pra mim.

Como já disse no último texto que escrevi aqui pro blog, precisamos nos permitir sentir, precisamos nos permitir doer, mesmo que as vezes nem faça sentido. Mesmo que no fundo você saiba que não precisava ser daquele jeito. Estamos aqui aprendendo e só o fato de estarmos tentando diariamente nos conhecer e nos aprimorar já é uma vitória linda!

Deixa doer que também faz parte.

Namastê!

🙂

 

Anúncios

5 comentários sobre “A parte difícil do autoconhecimento

  1. Concordo inteiramente com as tuas palavras minha querida.
    A dor também faz parte da nossa vida e é importante senti-la.
    Com o sofrimento vem sempre uma lição (ou mais) e isso é positivo. O que só prova que até o lado mau tem o seu lado bom!
    Beijinho enorme e bom fim de semana.

    Curtido por 1 pessoa

    • Adoro seus comentários, Catarina! ❤

      E é verdade…mesmo os piores momentos podem trazer pra gente grandes aprendizados. Ainda bem 🙂

      Ótima semana pra vc!

      Curtir

  2. Pingback: 6- Me fizeram refletir: – Meu Aqui e Agora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s