E o caminho profissional, como está?

dicas-escolher-profissao-ideal-noticias

Eu tenho “quase 30”. E você que me lê?

Quando se chega nessa idade, parece existir uma forte pressão pare definir o que vamos fazer da vida. Isso antes era cobrado bem mais cedo, porque as pessoas achavam que fazer faculdade era suficiente para definir as coisas. E embora existam os prodígios que com 20 e poucos já têm um caminho mais ou menos traçado, a verdade é que estamos todos perdidos. Como já escrevi por aqui outras vezes, estamos todos no mesmo barco, tateando em busca de um caminho que nos preencha.

Já tive tantas crises em relação ao meu caminho profissional que não dá nem pra contar. Com certeza cada uma delas me ensinou alguma lição preciosa (como tudo na vida), mas no final das contas a lição mais importante talvez tenha sido a aceitação. Não adianta brigarmos com o presente, não adianta nos revoltarmos, estarmos aqui querendo estar lá. Não vai ser isso que vai mudar nossas vidas. E qualquer mudança que venha a acontecer também não vai ser do dia pra noite. Então precisamos aceitar o presente e acolhê-lo. Vivê-lo com o nosso melhor. E isso vale sim para trabalho. Mesmo aquele que talvez você não goste tanto assim.

Portanto, para mim, a aceitação foi o melhor caminho. Sinto que ainda não encontrei totalmente meu rumo profissional. Tenho muitas ideias e dificuldade de colocá-las em prática (aposto que tem muita gente aí do outro lado se identificando com isso, certo?). Mas aprendi que o momento que estou vivendo é exatamente o que preciso viver e que por mais clichê que possa parecer, o caminho se faz caminhando. É isso que tenho feito. Não me acomodo, mas também não brigo com meu momento profissional atual. Sigo buscando outras coisas e formas de alcançar meu propósito, mas sem odiar o que faço hoje, pelo contrário, aprendi a gostar por várias razões – pelas pessoas, pela oportunidade de me sustentar, pelas portas que podem ser abertas, pela possibilidade de solucionar problemas.

Porém, como essa fase da vida pode ser bem complicadinha, nós mesmos podemos acabar nos cobrando demais uma decisão, um caminho minimamente definitivo e que nos dê satisfação e sustento. Mas a verdade é que isso não parece existir…nem agora e nem nunca. Nada é definitivo e a prova disso é a quantidade de pessoas de todas as idades que mudam de carreira anualmente.

Estamos sempre caminhando. E isso é maravilhoso, porque a vida é maravilhosa! Então continuemos caminhando mesmo, e sem nos cobrar tanto.

Namastê!

🙂

Texto inspirado na postagem da Bruna, do Uma Vida Mais Simples: As coisas por aqui

 

Anúncios

5 comentários sobre “E o caminho profissional, como está?

  1. Pingback: Links interessantes da semana #25

  2. Parece que fui eu quem escrevi esse texto. Volta e meia me martirizo por também estar com quase trinta e estar nessa estagnação. Muitas ideias, pouca ação. Mas sigo em frete, pois não há remédio. O que me deixa mesmo angustiada e com dificuldade de aceitação é o tempo que nunca para.

    Curtir

    • Acho que precisamos nos aceitar a cada momento, Marcela… Por mais que possa ser difícil acreditar, há tempo pra tudo. Que possamos ter sempre amor e paciência conosco mesmas ❤

      Curtir

  3. Ei meninas, tudo bem?

    Quando li o texto da Bruna e vi aquele tanto de gente se manifestando, todos na mesma situação, até me assustei! Não sei se isso é uma coisa da nossa idade, mas a geral tá insatisfeita quando se trata de carreira!

    Também me formei bem cedo e comecei a trabalhar loucamente, com uma rotina beeeeem pesada. Isso trouxe muita coisa bacana profissionalmente, mas essa correria desvairada uma hora cansa, e chega um momento em que a gente precisa retomar as rédeas do negócio. Há algum tempo eu pedi demissão do trabalho e tirei um bom tempo pra mim, descansei, viajei, refleti bastante. Decidi retomar os estudos, uma coisa que desejava mas vinha adiando há muito tempo.

    Teu post veio em ótimo momento e decidi compartilhar minha historinha porque talvez vocês possam auxiliar nessa minha reviravolta profissional haha!! Este ano eu fui selecionado em um mestrado na ufjf, aí na cidadezinha de vocês, mas que só começa no segundo semestre. Agora que a data de início está mais próxima estou procurando algum lugar bacana pra ficar. Enfim, se souberem de alguém bem gente boa, que esteja a procura de um moço igualmente gente boa pra dividir um teto, me avisem, por favor 🙂

    Boa semana pra vocês!

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Alissssson, tudo bem?

      Primeiro, peço desculpas pela demora em te responder… As coisas andam um pouco malucas demais e tá difícil colocar tudo no lugar.
      Talvez você já esteja até por aqui, não é? Encontrou casa pra morar?

      Qualquer coisa me adiciona la no face pra conversarmos melhor! To à disposição!

      E muito obrigada por compartilhar um cadim da sua história com a gente ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s